ILHA DO MEL: SEGUNDO DIA

Durante a noite teve a maior chuva, mas por incrível que pareça ao amanhecer havia um sol estonteante, tomamos um café da manhã delicioso na pousada e fomos ao trapiche pegar um barco para ir para o outro lado da Ilha do Mel. Também, se você tiver disposição pode ir por trilha, mas ela é bem extensa.

Tive a impressão que Encantadas é mais povoada que Brasilia, talvez seja por que as pousadas e restaurantes estão um pouco mais próximos um do outro.

Fomos caminhando até uma passarela que leva a gruta de encantadas, para entrar é preciso que a maré esteja baixa, isso acontece aproximadamente as 11 horas da manhã.

Voltamos um pouco e seguimos em direção ao mar de fora, nos deliciamos com um banho de mar e com certeza esta foi a praia que eu mais gostei (para ver qual ponto turístico eu mais gostei, clique aqui).

Almoçamos em um restaurante, por quilo, que tem em frente ao mar de Encantadas, mas confesso que preferia ter ido em outro. Não me entenda mal, apenas acho que tínhamos melhores opções.

Após o almoço, já em Brasilia, resolvemos ir até a Praia Grande. No fim da trilha encontra-se o Resort Grajagan, como ele fica em frente ao mar ficamos com vontade de conhecer, quem sabe em uma próxima vez, né?

E antes de voltar para Curitiba, a Suzi, dona da Pousada das Meninas nos preparou um delicioso sorvete de despedidas.

Agora, se você me perguntar se eu gostaria de ir novamente a Ilha do Mel, eu te respondo com toda certeza que sim. Faria tudo de novo, ficaria mais um dia, talvez uma semana. Foi a partir desta experiência, através da paz e da simplicidade que esse lugar trás, que pude perceber o que realmente importa na vida.

 

 

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *